Conheça os segmentos que faturam mais no inverno

Segmentos que faturam mais no inverno – Alguns ramos de franquias estão entre os segmentos que faturam mais no inverno. Essas franquias tem maior demanda nos meses mais frios do ano, entre eles, lavanderias, serviços à domicílio e clínicas estética.

No inverno, os hábitos dos consumidores podem sofrer alterações e impactar alguns segmentos. Por exemplo, empresas do ramo de beleza podem ter aumento de procura de tratamentos. Da mesma forma, lavanderias podem se beneficiar do fato de edredons e casacos passarem mais tempo em uso.

Já no setor de alimentação há empresas que sofrem ônus e bônus. As empresas focadas em entregas delivery, por exemplo, saem no lucro em razão do aumento de demanda pois, em dias frios, muitas pessoas preferem se reunir com os amigos em casa em vez de ir jantar fora. Em contrapartida, bares e restaurantes que possuem mesas ao ar livre precisam apostar em aquecedores, promoções e alterações no cardápio como incluir sopas e fondues, uma vez que mais apropriados ao clima.

É interessante inclusive, pensar no assunto na hora de escolher em qual rede de franquias investir e informar-se sobre qual é a estratégia das marcas para cada estação do ano. Esse conhecimento pode ajudar na decisão e evitar surpresas durante a operação do negócio.

Conheça segmentos que faturam mais no inverno:

Alguns ramos de franquias estão entre os segmentos que faturam mais no inverno

Selecionamos pequenos negócios ou redes de franquias e segmentos que faturam mais no inverno do que durante o verão
  1. 5àsec
    A rede de franquias de lavanderia 5àsec diz faturar mais no inverno em virtude das peças mais caras do que no verão, tal como casacos, edredons, mantas, ternos, malhas de lã e tapetes. Em relação ao verão, a marca fatura 12,61% a mais. O investimento inicial para uma unidade é 380 mil e o prazo de retorno do investimento é de 44 meses.
  2. Bendito
    A Bendito, loja especializada em cookies, brownies e cafés, diz que seu faturamento aumenta no inverno porque, as pessoas tendem a recorrer a comidas e bebidas quentes para se aquecer. No verão, o faturamento médio é de 100 mil reais. Já no inverno, o valor sobe para 130 mil reais.
  3. Brasileirinho Delivery
    A Brasileirinho Delivery é uma rede de franquias que oferece comida típica brasileira em caixinhas. No frio, seu faturamento aumenta, segundo a rede, uma vez que, as pessoas comem mais e têm menos disposição para sair e procurar restaurantes. No inverno o faturamento cresce 15% em relação ao verão. O investimento inicial para uma franquia é de 100 mil reais, enquanto o prazo de retorno é de 12 meses.
  4. China House
    A rede de franquias China House trabalha com culinária chinesa, tendo como forte o delivery. Para a empresa, as pessoas têm mais disposição para comer e o delivery se torna uma vantagem atrativa no frio. O incremento no faturamento do inverno pode chegar a 10% em relação ao do verão. O investimento inicial para abrir uma franquia da marca é de 300 mil reais, sendo que, o prazo de retorno do valor investido varia de 24 a 36 meses.
  5. Dpil
    A D’pil, franquia de fotodepilação e estética, explica que apresenta um maior faturamento no inverno por duas razões. Em primeiro lugar, é que a maioria dos tratamentos estéticos necessitam que o cliente se proteja do sol. Segundo, é que alguns tratamentos são a longo prazo; por isso, as pessoas iniciam procedimentos no inverno para terem resultados no verão. A empresa registra uma alta de 20% a 35% no faturamento do inverno, comparando com o do verão. O investimento inicial para uma franquia é de 97 mil reais, enquanto o prazo de retorno é de 17 meses.
  6. Não + Pêlo
    De acordo com a rede de franquias Não + Pêlo que trabalha com procedimentos de depilação. A marca fatura mais durante o inverno porque, os tratamentos estéticos requerem, principalmente, evitar a exposição ao sol. Uma unidade franqueada fatura 26 mil reais durante o verão. No inverno, o faturamento sobe para 30 mil reais. O investimento inicial para abrir uma franquia é de 95 mil reais e o prazo de retorno do investimento vai de 18 a 24 meses.

Já pensou em vender pela internet? Veja AQUI algumas dicas de como ser um empreendedor virtual.